Natal, doces e... CÁRIES!

Estamos em Dezembro. Dezembro é sinónimo de Natal, que por sua vez é sinónimo de doces e… CÁRIES!



Tal como indica o estudo de Stein, Polido & Cermak (2013), as crianças com disfunção de integração sensorial, nomeadamente hiperreatividade sensorial (o cérebro interpreta os estímulos sensoriais como perigosos), apresentam dificuldades na escovagem dos dentes e nas idas ao dentista, tendo necessidade de sedação para alguns procedimentos.



A boca é a área do corpo com maior número de recetores táteis pelo que é uma área com bastante sensibilidade. Numa criança com este perfil, a reação ao toque nessa zona pode ser exacerbada.




As sensações do toque da escova e dos instrumentos e produtos utilizados na boca que, para a maioria das crianças são estímulos inofensivos, provocam no cérebro destas crianças uma excitabilidade exacerbada que ativa o seu sistema límbico, a área do cérebro responsável pelas respostas ao stress: luta, fuga ou congelamento.


Para além disso, o som das máquinas do dentista, o inclinar-se para trás na cadeira, os cheiros, a luz diretamente nos olhos pode ainda dificultar a tarefa para uma criança que já está em hiperalerta.


No estudo anteriormente mencionado (Stein et. al, 2013), os pais das crianças que participaram no estudo indicaram que o som, o paladar e a sensibilidade oral foram os estímulos reportados como menos tolerados pelas crianças, quer com PEA (Perturbação do Espectro do Autismo), quer com desenvolvimento típico nas idas ao dentista.


#cteb #centro #terapeutico #braga #natal #caries #doces

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo